domingo, 15 de maio de 2011

ARTES


1º grupo
Tema: Arte na Pré-História
Componentes:

As primeiras obras de arte datam no período paleolítico entre as obras mas antigas encontra-se as estátuas humanas: Vênus de Willendorf.
Arte Mesopotâmia a arte demonstrava a religiosidade e o poder dos governantes, são touros, estatuetas, relevo em paredes.
Arte no Egito as obras de arte possuem um forte caráter religioso e funerário, pinturas eram feitas nas paredes as pirâmide, estatuetas de representação artística de Deuses, Faraós e animais. 
2º grupo
Tema: Arte na Idade Média: Bizantino, Românio e Gótico
Componentes: Aderlane, Camila, Cleumara, Jéssica, Yahan.

A ARTE NA IDADE MÉDIA, teve seu inicio no séc. V à XV, quando a Igreja Católica assume o papel de importância à sociedade que faz com que muitas das obras artísticas sejam de temática religiosa.
Os interesses religiosos apresentava-se em três estilos
ARTE BIZANTINA (séc. VI à VIII): é conhecida como aquela que associa a corte de Constantinopla, ela tem suas raízes na Arte Paleocristã.

ARTE ROMÂNICA (séc IX): os valores cristãos mostravam todos os destalhes da vida medieval, os temas usados por pintores eram de natureza religiosa suas características eram as pinturas de Deformismo e Colorismo que não representavam realidade.

ARTE GÓTICA (séc XII à XV): seu principal ápice é o realismo, nas obras os temas são religiosos, apresentam personagem com muitas roupas e com olhar voltado para o plano celestial.




3º grupo
Tema: Arte no Renascimento
Componentes: Ângela, Bianca, Fabricia, Luis, Rosangela.

Arte no Renascimento foi um movimento cultural e um período da história européia, considerado como um marco da final da idade média e do inicio da idade moderna.
Costuma-se dividir o renascimento em três fases:
O TRECENTO: valorização do individualismo e dos detalhes humanos.
O QUATROCENTO: inspiração Grego-Romana, Racionalismo, Experimentalismo.
O CINQUECENTO: o antropocentrismo, Hedonismo, Racionalismo, Otimismo, Individualismo.
Seus representantes e suas Obras:
Alessandro di Mariano Filipepi: nome artístico BOTECELLI
Obra: A Primavera e o Nascimento de Vênus


Leonardo da vinci
Obra: A virgem dos Rochedos e Mona Lisa.


Michelangelo di Ludovico Buonarroti Simoni
Obra: Teto da Capela Sistina e a Sagrada Família.


Rafael Sanzio de Urbino
Obra: A escola de Atenas e Madona da Manhã.





4º grupo
Tema: Barroco e Barroco Brasileiro
Componentes: Alan, Ailzete, Keila, Natacha, Priscila.

O Barroco era uma arte espetacular e faustosa e nas igrajas atraia os fieis impressionando-os por isso foi
Denominado a ARTE DA CONTRA-REFORMA; no período da reforma católica desenvolveu-se a arte da talha na Península Ibérica vindo a revelar- uma das mas importantes expressões da arte Barroca e um dos veículos privilegiados na transmissão dos princípios contra-reformistas.
Seus representantes, seus feitos e Obras
BENTO TEIXEIRA: Iniciador do barroco no Brasil, autor de Prosopopéia
GREGÓRIO DE MATOS: O Boca do Inferno, poeta maior do Barroco
Obra: Pescador contrito aos pés de cristo crucificado, Meus Deus estas pendente
PADRE ANTONIO VIEIRA: Maior orador sacro de nossa literatura
Obra: Cartas, Sermões: sermão da Sexagésima, Sermão de Santo Antonio aos peixes e outros.
MANUEL BOTELHO DE OLIVEIRA: Autor da Música do Parnaso.



5º grupo
Tema: Arte Neoclássica
Componentes: Arley, Elenilda, Lana, Leny, Leonei, Luana, Márcia, Paula, Sabrina.

A valorização do passado que o movimento propôs e uma suas principais ssbstancias que fizeram com que uma boa parte dos críticos crecem que o Neoclassicismo pode ser visto como uma face do Romantismo.
Seus representante e Obras
Jacques-Louis David pintor da Revolução Francesa
Dominique Ingres composições mitológicas e literárias, nus, retratos e paisagens.



6º grupo
Tema: Do Romantismo ao Realismo
Componente: Josefa, Manuela, Mª Cristiane, Mª do Carmo, Mª Raimunda, Regina.

Romantismo é o movimento artístico-cultural presente na literatura e em outros campos da arte.
Seus representantes e Obras
Gonçalves Dias
Obra: Canção do Exílio
Castro Alves
Obra: Navio Negreiro
Bernado Guimarães
Obra: A Escrava Isaura

Realismo doutrina e corrente estética literária que procura a conformação com a realidade é a critica do homem.
Seus representantes e Obras
Eça de Queiroz
Obra: Os Maias
Aluisio de Azevedo
Obra: O Cortiço
Machado de Assis
Obra: Memórias Póstumas de Brás Cubas.



7º grupo
Tema: Impressionismo e Pós-Impressionismo.
Componentes:

Movimento de cunho antiacademicista, propondo o abandono do tradicionalismo e dos ateliês iluminados artificialmente para resgatar ao ar livre a natureza. O PÓS-IMPRESSIONISMO tem sua tendência artística cuja origem encontra-se no impressionismo tanto como uma reação contraria a ele como visando um desenvolvimento maior da escola.
Seus representantes e Obras
Claude Monet
Obra: Mulheres no Jardim

Edgar Degas
Obra: A Banheira

Camille Pissarro
Obra: A vila

PÓS-IMPRESSIONISMO
Paul Cézanne
Obra: a casa do enforcado em Auver-Sur-Oise

Paul Gauguin
Obra: Donde vimos? Quem somos? Para onde vamos?

Vicente Van Gogh
Obra: Trigal com Ciprestes.


sexta-feira, 8 de abril de 2011

PROJETOS PEDAGÓGICOS PARA O ENSINO DE ARTE E LUDICIDADE APRESENTACÃO DOS GRUPOS DE TRABALHO (05/04/2011) ENTREGA DOS RESUMOS INDIVIDUAIS. GT 06:JOSEFA,M.CRISTIANE, M.DO CARMO, M.RAIMUNDA, CÉLIA REGINA.


INTRODUCÃO ( GRUPO 11)
PROPOSTA PEDAGÓGICA:ESPACO DE ENCONTROS.
A importancia da dinamica do trabalho em grupo promove  responsabilidade e interesse  no espaco escolar. Valorizar a cultura local, provoca no educando o desejo de aprender , pois ele se ve como sujeito no processo ensino aprendizagem.

 
TEXTO 01 (GRUPO 01 E 02)
O EU, O OUTRO E OS PARCEIROS ESSENCIAIS.
As obrigacões com o trabalho, nos faz perder bons momentos junto a família, e isso muitas das vezes, gera perda de valores morais e sentimentais.

 

TEXTO 02 (GRUPO 03 E 04)
EU COMIGO MESMO: O ESPACO DE SUBJETIVIDADE.
A brincadeira sem objetivo não gera apendizado satisfatório. O educando é criativo, tem
uma grande imaginacão e sempre esta inventando, aprendendo e ensinando algo de novo.

 

TEXTO 03 (GRUPO 05 E 06)
O EU, O OUTRO E AS DIFERENCAS INDIVIDUAIS E CULTURAIS.
O sujeito é uma tríade: o eu, o outro e a cultura. Todo sujeito é produtor e divulgador de cultura. pois cada ser tem características e vivencias próprias, isso transforma os ambientes em espacos de saberes.


Maria do Carmo

Regina

Grupo 06